Tradicional Festa Junina da ESEFAP será no dia 6

A tradicional festa junina das Faculdades ESEFAP, com danças, brincadeiras e culinária típica, será realizada no próximo dia 6 de junho nas dependencias da instituição. A organização, comandada por Noeli Alvim, espera um público ainda maior neste ano, já que é aberta a toda comunidade tupaense.

O evento faz parte do currículo do curso de Educação Física, como atividade de organização recreativa do estágio supervisionado II, explica a professora Izilda de Marchi. Já a tradicional Quadrilha, cuja coreograofia está sob responsabilidade da professora Regiane Lisboa, será formada por alunos do 1º e do 5º termos , num total de 36 integrantes, com uma inovação: serão formados trios (dois homens e uma mulher) e não duplas (homem e mulher) devido ao grande número de alunos.

Outras coreografias serão apresentadas por grupos de entidades convidadas pela professora Fabiane Ortega, titular das disciplinas Dança e Ritmo do curso de Educação Física da ESEFAP. Entre as entidades convidadas, estão a APAE-Tupã, a academia CAF, uma escola pública municipal a ser confirmada pela Secretaria Municipal de Educação de Tupã, o IPT (a confirmar), a Academia de Artes Maria Cristina Sismeiro Dias, além das AMAEs de Tupã, do Projeto de Dança da Prefeitura Municipal  de Iacri e das bailarinas da Escola de Dança Fabiane Ortega, de Osvaldo Cruz. Fabiane também é responsável pelas coreografias das danças apresentadas pelos alunos dos 1º e 3º termos do curso de Educação Física.

Os alunos dos 5º e 7º termos serão os responsáveis pela decoração, pelas barracas de brinquedos, a cadeia e as barracas de alimentação, com espetinhos de carne e frango, churros, pastel, milho cozido e bebidas em geral. A festa, aberta a toda sociedade, será a partir das 19h30 do dia 6 de junho, nas Faculdades ESEFAP, em Tupã. Você está convidado!

VII Semana de Enfermagem das Faculdades ESEFAP

A VII Semana de Enfermagem das Faculdades ESEFAP começou nesta segunda-feira (22/05), com a palestra/dinâmica do enfermeiro Leandro Peronato.

Na abertura, o auditório lotado por alunos e profissionais de Enfermagem e Tupã e região. Veja algumas fotos abaixo.

Nutrição da ESEFAP realiza “Semana da Alimentação Saudável Escolar”, na Casa do Garoto de Tupã

A nutricionista Joice Torsani, ex- aluna das Faculdades ESEFAP, juntamente com as estagiarias Aray Redi, Jaqueline Lopes e  Naiane Fabbri, do curso de bacharelado em Nutrição da ESEFAP, realizaram a “Semana da Alimentação Saudável Escolar”, na Casa do Garoto de Tupã, promovendo várias atividades com as crianças atendidas pela entidade.

As atividades desenvolvidas foram planejadas de acordo com a faixa etária das crianças. Para aquelas entre 3 e 4 anos, Joice e as alunas da ESEFAP trabalharam com o nome das frutas, legumes e verduras, diferenciando as cores e formatos; colagem na folha de alimentos em cartolina e pintura de desenho de frutas, legumes e verduras, com informações  nutricional para levar para os pais, além da confecção de mascaras de frutas.

Para aquelas entre 4 e 5 anos, o grupo apresentou um teatro fantoche sobre alimentação saudável, além de pintura de desenho de frutas, legumes e verduras, com informações  nutricional para levar para os pais.

As crianças na Pré Escola I e II tiveram aula sobre alimentação saudável, experiência com osso de frango e coca-cola, cartaz sobre os ingredientes da salada de frutas, colagem de figuras recortada de frutas, montagem do gráfico sobre as frutas preferidas dos alunos e concurso de desenho.

As crianças do projeto desenvolveram ainda montagem de uma pirâmide alimentar a partir de rótulos dos alimentos mais consumidos em casa conforme cada grupo alimentar, concurso de Redação, um livrinho de Receitas Saudáveis, uma aula de culinária, preparação do docinho de cenoura e suco da horta e assistiram a uma palestra sobre a importância da higiene no preparo dos alimentos.

Veja algumas fotos abaixo:

Faculdades ESEFAP apresentam programação da Semana Acadêmica de Enfermagem

As Faculdades ESEFAP de Tupã realizarão entre os dias 21 e 25 de maio sua tradicional Semana Acadêmica de Enfermagem, cuja programação diversificada é direcionada a estudantes e profissionais da área. O tema desta VII Semana de Enfermagem da ESEFAP é Integração na prática profissional e social – Integração e Cuidado, que aborda assuntos como as novas ferramentas integrativas no Processo do Cuidar e responsabilidade social na prática profissional de Enfermagem.

Faustino Neto, mestre coordenador do curso e organizador do evento, explica que serão cinco dias de intensas atividades, cuja abertura será nesta segunda-feira (21) com o enfermeiro Leandro Peronato, que atua na área de organização de movimentos sociais, formação de conselheiros e projeto de geração de renda. Leandro é docente de pós – graduação na área de pacientes críticos, urgência e emergência e saúde coletiva, especialista em Cuidados Intensivos em Cardiologia UFF – Universidade Federal Fluminense e em Acupuntura pela Associação Brasileira de Acupuntura (ABA), com residência em Clínica e Cirurgia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), realizado no Hospital Marcílio Dias, da Marinha do Brasil. “O currículo de Leandro é ainda maios extenso, contando com cursos de formação em Terapia Comunitária, de formação Cuidando do Cuidador, curso de capacitação Decodificando a Linguagem Corporal, ambos pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Leandro ainda fala a estudantes e profissionais no dia 22 sobre o tema Cuidando do Cuidador.

Já no dia 23, a semana de Enfermagem da ESEFAP conta ainda com as palestras Responsabilidade Ética e Legal de Enfermagem nas Anotações, Evoluções e Relatórios. Implicações para a Segurança e Qualidade da Assistência, do coordenador Faustino Correia de Oliveira Neto, mestre em Saúde Coletiva e especialista em Docência no Ensino Superior. Faustino terá a participação do enfermeiro Gilberto de Souza, com pós-graduação em Auditoria em Serviços de Saúde. Gilberto é membro da Comissão de Revisão de Prontuários da Santa Casa de Misericórdia de Tupã.

Responsabilidade Profissional e Social da Prática de Enfermagem: Considerações sobre velhas e Novas Áreas de Atuação é o tema que a enfermeira Patrícia Costa Machado desenvolverá no dia 24. Patrícia é especialista em Gestão em Saúde – UAB/FMB/UNESP, em Atenção Básica – FAMERP e em Gestão de Políticas Públicas – FAMERP, além de docente e diretora de área de Atenção à Família e coordenadora do CRAS da Região Leste do município de Tupã-SP.

O evento finaliza no dia 25 com o tema Transtornos Mentais na Adolescência, apresentado pela enfermeira Rosimeire Lina Moreira de Abreu, coordenadora de enfermagem do Hospital Espírita de Marília, pós-graduada em Saúde Mental e Atenção Psicossocial, em Formação Didática Pedagógica e Emergência / Urgência. Rosimeire contará com a participação do enfermeiro Gabriel Henrique Braz, pós-graduado em Saúde Mental e Atenção Psicossocial e em Formação Didática Pedagógica em Enfermagem. Gabriel é gerente de Enfermagem da Unidade Bezerra de Menezes do Hospital Espírita de Marilia-SP.

André Sanches, das Faculdades ESEFAP, tem artigo publicado na Revista de Direito

Respeitável veículo acadêmico-científico do meio jurídico, a Revista de Direito da Faculdade da Serra Gaúcha (FSG) publica regularmente artigos, análises e resumos de produções de grandes juristas do país. Em seu mais recente número destaca-se, dentre tantas produções, o artigo “Princípio da Proporcionalidade frente à restrição de liberdade e a presunção de inocência”, do mestre André Luis Sanches, docente dos cursos de licenciatura em Educação Física e bacharelados em Enfermagem e Nutrição das Faculdades ESEFAP.

André Luis é mestre em Direito com dissertação sobre a Tutela Jurisdicional no Estado Democrático de Direito, especialista em Direito Processual Penal e Direito Processual Civil e em docência no Ensino Superior, é Diretor de Serviço do Fórum da Comarca de Tupã (SP), avaliador de cursos pelo Ministério da Educação e também ministra aulas em outras instituições de ensino superior.

Acesse abaixo reprodução em PDF da Revista de Direito com o artigo de André Luis Sanches.

artigo principio proporcionalidade

Alunas de Nutrição da ESEFAP realizam ação em Luiziania

 Joice Vieira Rocha e Marisa Regina Sperancin Hungaro, estudantes do curso de Nutrição das Faculdades ESEFAP, realizaram recentemente palestra sobre obesidade e Diabetes Mellitus na infância e na adolescência para mães de alunos do ensino infantil, fundamental e médio público do município de Luiziânia.
Esta atividade das alunas da ESEFAP tem como objetivo orientar e integrar conhecimentos sobre que fatores de risco e meios de prevenção e tratamento além de procedimentos que visem melhorar a qualidade de vida da população. “É um trabalho promoção da Saúde, que compõe o currículo do curso de Nutrição da ESEFAP”, esclarece Joice. A palestra teve supervisão da nutricionista Nivia Camineiro Gomes e colaboração das alunas do 5º termo do curso de Nutrição das Faculdades Esefap.

ESEFAP LANÇA CURSOS DE BOAS PRÁTICAS DE ENFERMAGEM E ATUALIZAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE

O núcleo de extensão das Faculdades Esefap está lançando os  cursos de Boas Práticas de Enfermagem e de Atualização Políticas Públicas de Saúde, que visam atender a alunos em formação de nível superior ou técnica e também os profissionais de Enfermagem que já estão formados e atuando na área de saúde.

Tratar de boas práticas na área de enfermagem se torna imprescindível nos dias atuais devido às grandes mudanças de comportamento da população em relação ao conhecimento sobre suas necessidades e exigência em relação à qualidade da prestação da assistência de enfermagem. Este curso irá tratar de elementos essenciais para o cuidado das pessoas em ambientes de saúde tais como Boas Práticas de Comunicação e Relações Interpessoais em Enfermagem, Boas Práticas de Enfermagem na Promoção da Higiene, Boas Práticas de Enfermagem no Controle dos Sinais Vitais,Boas Práticas de Enfermagem no Cuidado com a Pele, Boas Práticas de Enfermagem No Controle de Eliminação Urinária, Boas Práticas de Enfermagem no Controle da Eliminação Intestinal, Boas Práticas de Enfermagem Na Punção Venosa Periférica.

Boas Práticas de Enfermagem terá duração de 8 horas no dia 02 de junho. Os docentes responsáveis pelo curso são: Enfermeira Erika Doreto Blaques da Silva, especialista em Saúde Pública com ênfase na Estratégia Saúde da Família e em Enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva e Urgência e Emergência. Docente das Faculdades na Área de Saúde Pública e Atenção Primária à Saúde e Saúde Mental e Psiquiatria; Enfermeiro Faustino C. de Oliveira Neto, mestre em Saúde Coletiva, especialista em Docência no Ensino Superior e coordenador acadêmico de curso de enfermagem das Faculdades Esefap; Enfermeira Roberta Stephanie Sumac Zancanaro, especialista em Enfermagem do Trabalho e Auditoria em Serviços de Saúde.  

Já o curso de Atualização de Políticas Públicas de Saúde tem como objetivo principal atender a todos os profissionais que trabalham com politicas públicas e desejam se atualizar, assim como as pessoas que irão prestar concursos e queiram informações atualizadas sobre Sistema Único de Saúde nos campos de assistência (Modelo Tecno- Assistencial de Saúde), gestão, controle social e sistemas de informação. Também serão trabalhados temas importantes como Políticas de saúde pública: apresentação e discussão dos princípios diretores das políticas públicas de saúde no Brasil, Epidemiologia: conceitos, indicadores de saúde, vigilâncias em saúde.

A carga horária será de 30 horas, nos dias 09, 16 e 30 de junho, quando serão discutidos os marcos teóricos e instrumentos necessários a fim de tornar os alunos e profissionais aptos nas múltiplas dimensões da formulação e implementação das políticas públicas, projetos/programas sociais, proporcionando uma visão integrada dos componentes fundamentais do processo de Gestão Social, disponibilizando ferramentas que propiciem sua atuação de forma mais efetiva no contexto das organizações.

Este curso terá como docentes as enfermeiras Jussara Moraes Campoville Hatae, especialista em Auditoria dos serviços de saúde e Gestão Pública em Saúde, mestranda em Saúde Coletiva na área de Gestão (UNICAMP – FOP), tutora da Escola Nacional de Saúde Pública e Fundação Osvaldo Cruz (ENSP), apoiadora do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (COSEMS), enfermeira auditora da Secretaria Municipal de Saúde de Bastos, atuando principalmente nos seguintes temas: educação permanente, estratégia de saúde da família, instrumentos de gestão e avaliação dos serviços de saúde; Patrícia Costa Machado, especialista em Gestão em Saúde, em Atenção Básica e Gestão de Políticas Públicas,docente das Faculdades Esefap nas disciplinas de Assistência de Enfermagem em Saúde da Mulher e Criança e Adolescente, Gerenciamento de Enfermagem, Políticas Públicas e Organização dos Serviços de Saúde e Metodologia de Pesquisa. Diretora de Área de Atenção à Família e Coordenadora do CRAS da Região Leste do município de Tupã-SP; e Vânia Perez Zorato de Oliveira, assistente técnico de Direção do ERSA 61 – Tupã, Direção Técnica do grupo de Vigilância, Epidemiológica do ERSA 61- Tupã Direção Técnica do subgrupo de Vigilância Epidemiológica do Subgrupo de Tupã da DIR XIV-Tupã, Diretoria Técnica de Vigilância em Saúde no município de Tupã, Implantação e Acompanhamento do Sistema de Informação de Agravos de Notificação Compulsória (SINAN), Programa Ampliado de Imunização. Coordenação Regional na DIR XIV Marília e DRS 09 Marília do Programa Estadual de Controle da Tuberculose Coordenação Regional do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) e Sistema de Informação de Nascidos Vivos (SINASC), docente das disciplinas de Epidemiologia, Saúde Coletiva, Bioestatística e Infecção Hospitalar no curso de Enfermagem das Faculdades ESEFAP.

Inscrições para os dois cursos e demais informações na secretaria da Esefap no horário das 13 as 17 e das 19 às 22 horas ou pelo site www.esefap.edu.br.

Docente da ESEFAP relata sua participação no I Encontro Paulista Questões Indígenas e Museus, realizado em Tupã

Noeli Alvim, docente e assistente de coordenação do curso de licenciatura em Educação Física das Faculdades ESEFAP, participou do I Encontro Paulista Questões Indígenas e Museus e III Seminário Museus, Identidades e Patrimônio Cultural, realizado no museu Índia Vanuíre, entre 01 e 03 de maio.

O evento internacional apresentou diversas discussões e debates sobre a ótica de museólogos, antropólogos, etiólogos, curadores e pesquisadores debruçados em estudos bastante interessantes sobre a questão dos museus, do patrimônio, história oral, e curadorias. Noeli relata abaixo sua impressão o evento, a importância da promoção dos temas apresentados e para a formação do docente de Educação Física.

“Vivenciei momentos de grande reflexão sobre aspectos que não compreendia, como a questão do patrimônio cultural de um povo, na fala do Pesquisador Kaingang Josué, que aponta o outro lado da questão: alguém já perguntou aos índios como eles gostariam que os museus retratassem sua história sua cultura?

Outra fala marcante foi a do professor José Bessa Freire (PPGMS – Programa de Pós Graduação em Memória Social da Unirio). O professor afirmou que, quando os religiosos se surpreenderam com o sistema educacional dos índios que, dentre outras coisas, não permite bater nas crianças, algo até então impensável. Porém, após anos e anos de estudos, voltamo-nos as pedagogias que os Índios utilizaram no século XVIII e ninguém ao menos se lembrou de reconhecer e destacar o valor deste conhecimento não acadêmico mas, sim, simplesmente humano.

Diversos pontos marcam os dias que se seguem neste encontro. As discussões com a representatividade Kaingang, Terena e Krenak e a apresentação das Índias da Terra Vanuíre, com um canto emocionante sobre a falta de respeito aos mais velhos, o que, em poucas palavras, traduz uma realidade da sociedade moderna.

Neste intercâmbio de conhecimentos, as professoras María Marta Reca (Museo de Ciencias Naturales de La Plata – Argentina) e Cynthia Vidaurri (National Museum of the American Indian – NMAI, Smithsonian Institution, Washinton DC, EUA), demonstraram em suas apresentações questões sobre a apropriação do conhecimento pelos visitantes dos museus, pois são eles que percebem, distinguem, selecionam e interpretam, cada um sob uma percepção diferente do que vê. Segundo Cynthia, os museus e quem trabalha neles devem se esforçar para fazer um mundo melhor.

Já com as Professoras Fátima Nascimento (Museu Nacional UFRJ) e Ione Helena Pereira Couto (Museu do Índio, FUNAI RJ), em uma conversa de bastidores, discutimos a possível realização dos Jogos Indígenas no Rio de Janeiro, uma grande oportunidade de experiência para os professores de Educação Física. Por fim, com a participação no evento, cheguei à seguinte conclusão:

 “Lançar-se ao desconhecido com as mínimas pretensões colocou-me diante de conhecimentos  tão próximos do ponto de vista da cultura Geral e tão distantes no universo acadêmico específico. Mas sempre é bom beber em outras fontes.”

Noeli Alvim

Foto: Regina Abreu (PPGMS – Programa de Pós Graduação em Memória Social da UniRio); Fátima Nascimento (Museu Nacional, UFRJ); Noeli Alvim (Faculdades ESEFAP) E Ione H. Pereira Couto (Museu do Índio, FUNAI)

Alunos e docentes das Faculdades ESEFAP integrarão organização dos Jogos Regionais do Idoso

Cerca de 30 jovens estudantes do curso de Educação Física das Faculdades ESEFAP participarão dos Jogos Regionais do Idoso – Jori que Tupã sedia entre 2 e 6 de maio, como apoio na realização do evento, promovido pela Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude do Estado de São Paulo em parceria com a Prefeitura Municipal da Estância Turística de Tupã.

Neste ano, Tupã receberá equipes de Assis, Bastos, Bernardino de Campos, Campos Novos Paulista, Cândido Mota, Canitar, Florínea, Herculândia, Ipaussu, Marília, Ocauçu, Ourinhos, Palmital, Paraguaçu Paulista, Pirajú, Platina, Pompéia, Quatá, Queiroz, Ribeirão do Sul, Santa Cruz do Rio Pardo, Sarutaiá, Tarumã e, claro, Tupã.

A organização e coordenação do evento, cujo comitê dirigente tem como chefe Eduardo Zangueti, delegado regional de esportes da região de Marília, contam também com a efetiva participação de duas docentes da ESEFAP, Rosemeire Dias e Izilda de Marchi. Rosemeire será responsável pela definição, acompanhamento e fiscalização das praças esportivas (locais onde os jogos serão realizados), que terão as seguintes modalidades: Atletismo, Bocha, Buraco, Coreografia, Damas, Dança de Salão, Dominó, Malha, Natação, Tênis, Tênis de Mesa, Truco, Voleibol Adaptado e Xadrez.

Professora Izilda explica que é uma grande oportunidade que os alunos do curso de licenciatura em Educação Física das Faculdades ESEFAP têm porque vivenciarão todas as etapas de um evento oficial, a partir do cerimonial e seus protocolos, do congresso técnico, concentração e orientação aos atletas, regras e modalidades, além do contato com as especificidades da terceira idade. “Toda essa vivência será importantíssimo na vida profissional desses nossos alunos já que utilizarão dessa experiência nas escolas, como professores de Educação Física. Sem dúvida será um grande diferencial em sua formação, em seu currículo”, finaliza a professora da ESEFAP.

Os Jogos Regionais do Idoso organizado e realizado pela Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, Fundo Social de Solidariedade, SEDS – Secretaria de Desenvolvimento Social, Secretaria da Educação e Secretaria da Saúde, têm por objetivos valorizar e estimular a prática esportiva, como fator de promoção de saúde e bem estar, resgatando a auto-estima para melhor convívio social de pessoas idosas.

Técnica Dietética no curso de Nutrição das Faculdades ESEFAP

Turma do curso de Nutrição das Facudlades ESEFAP em aula da professora Tatiane Godoi sobre culinária vegetariana.